Curiosidades e tudo que você sempre quis saber...


Para entender a história... é uma publicação técnico-científica on-line independente brasileira, indexada pelo IBICT, Latindex, CNEN e LivRe; no ar desde sexta-feira 13 de Agosto de 2010.
Não possui fins lucrativos, seu objetivo é disseminar e difundir o conhecimento através de artigos com qualidade acadêmica e rigor cientifico, mas linguagem acessível ao grande publico.

Periodicidade: Semestral (edições em julho e dezembro) a partir do inicio do ano de 2013.
Mensal entre 13 de agosto de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

Livros com preços promocionais a partir de 4,99.

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Balanço do mês de Janeiro de 2011 - Para entender a história...

Para entender a história... ISSN 2179-4111. Ano 2, Volume jan., Série 31/01, 2011, p.01-04.

Neste mês de janeiro, em que as pessoas ainda estão em clima de férias escolares, com as universidades em recesso acadêmico, recebemos 10.779 visitas, distribuídas entre mais 80 países, totalizando 74.222 visualizações desde 13 de agosto de 2010.

Além de indexado pelo IBICT - Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia -, através do ISSN 2179-4111; Para entender a história... está agora indexado como publicação cientifica on-line pelo LATINDEX - Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal -, por meio de vinculo eletrônico.
Portanto, adquiriu o status de publicação técnico cientifica internacional.

Consolidando este reconhecimento, iniciamos a formação de um conselho editorial, constituído por importantes nomes da área de história, filosofia e educação.
O qual será responsável pela análise dos artigos remetidos para publicação, emitindo pareceres, colaborando com artigos que serão publicados esporadicamente as quartas-feiras.


Além do editor, fazem parte do conselho editorial:


1. Guilherme Fromm, amigo de longa data deste editor, ex-colega de Uniban, quando lecionávamos para o curso de letras, atualmente professor Adjunto do ILEEL da Universidade Federal de Uberlândia.
Ele possui graduação em História e Letras, mestrado em Lingüística e doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês, todos pela Universidade de São Paulo (USP).
É editor da Revista Eletrônica Domínios de Linguagem e já organizou e publicou inúmeros livros.


2. Marcelo Donizete da Silva, colega de Claretiano e coordenador deste editor no curso de filosofia, o qual, além de atuar no CEUCLA, é professor do Instituto de Biociências da UNESP.
Ele possui graduação em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, é Mestre e Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP.


3. Marcus Vinícius de Morais, co-autor do livro Eles formaram o Brasil, um intelectual brilhante que dispensa apresentações.
É bacharel e licenciado em história, mestre em História Cultural pela Universidade de Campinas (UNICAMP).
Ele foi pesquisador da FAPESP, é professor na região de Campinas, onde participou dos programas Teia do Saber, Pro-Ifem e Promed, ministrando cursos de formação continuada para docentes da rede pública.
Já participou de vários livros, entre os quais: Novos temas nas aulas de História, História na sala de aula e História dos Estados Unidos: das origens ao século XXI.
Colaborou com publicações acadêmicas e revistas de grande circulação.


4. Mary Del Priore, a grande historiadora e intelectual, mentora deste editor, gentilmente aceitou participar do conselho editorial em meio ao drama vivido na cidade de Teresópolis, onde reside.

Ela possui graduação em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo, especialização na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales e pós-doutorado na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, ambos na França.

Lecionou História do Brasil Colonial nos Departamentos de História da USP, onde orientou a tese de doutorado deste editor, e na PUC do Rio de Janeiro.
É autora de mais de cinqüenta livros, possui farto volume de publicações em revistas acadêmicas e de grande circulação, foi duas vezes vencedora do prêmio Casa Grande & Senzala e também ganhou duas vezes o Prêmio Jabuti.
Recebeu o Prêmio Sergio Buarque de Holanda, o Prêmio da União Brasileira de Escritoras, o Prêmio Personalidade Cultural do Ano 1998 e o Prêmio do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Governo da França e da Organização dos Estados Americanos.
Atualmente é professora do programa de Mestrado em História da Universidade Salgado de Oliveira - UNIVERSO/NITERÓI.

Em breve mais nomes importantes irão se juntar ao conselho editorial.

A idéia de ingressar na contramão do corporativismo acadêmico foi abraçada por outros colegas docentes e leitores.
Neste sentido recebemos alguns artigos para submissão e possível publicação neste espaço democrático e voltado à divulgação do conhecimento cientifico.
Depois de analisados pelo nosso conselho editorial, foram publicados os artigos de Cinthia Bourget Fortes Genestra, Victor Mariano Camacho e Cláudia P. Ramos de Alvarenga.
Aproveitamos a oportunidade para agradecer as colaborações e parabenizar todos pelos excelentes textos, estendendo o convite aos demais leitores para remetam artigos para submissão.

Os interessados devem enviar artigos dentro dos parâmetros fixados nas normas de publicação disponíveis no link “Colaborações”.
Para os iniciantes na carreira docente ou estudantes universitários, ressaltamos que é interessante publicar artigos em periódico científico indexado, tal como este, pois, ao incluir o texto no currículo lattes, este passa a contar pontos em concurso publico, em candidatura à vaga como professor universitário no setor público e privado.

Mudando o foco, outro dado interessante em janeiro foi o aumento no número de seguidores, subiu de 43 pessoas para 51.
Para os leitores que ainda não estão seguindo a publicação, lembramos que basta clicar no link “seguir” e aceitar as orientações decorrentes.
Os seguidores ficam informados sobre atualizações e ajudam a trazer maior prestigio a publicação com sua ilustre presença.

Neste mês de janeiro, as postagens mais populares, respectivamente com o numero de acessos, foram:
01. Três arquivos portugueses (631).
02. O imaginário popular na época dos descobrimentos (416).
03. História do analfabetismo no Brasil (356).
04. Chica da Silva (316).
05. A ascensão da monarquia absolutista na Inglaterra (283).
06. A revolução francesa foi causada pela fome (265).
07. A passagem da antiguidade para o feudalismo (245).
08. Intelectuais, pensamento social e educação (156).
09. A interiorização do processo colonizador (155).
10. Periodização e história (142).

Agradecemos os leitores e desejamos um bom divertimento.

Prof. Dr. Fábio Pestana Ramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja a vontade para debater idéias e sugerir novos temas.
Forte abraço.
Prof. Dr. Fábio Pestana Ramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.