Curiosidades e tudo que você sempre quis saber...


Para entender a história... é uma publicação técnico-científica on-line independente brasileira, indexada pelo IBICT, Latindex, CNEN e LivRe; no ar desde sexta-feira 13 de Agosto de 2010.
Não possui fins lucrativos, seu objetivo é disseminar e difundir o conhecimento através de artigos com qualidade acadêmica e rigor cientifico, mas linguagem acessível ao grande publico.

Periodicidade: Semestral (edições em julho e dezembro) a partir do inicio do ano de 2013.
Mensal entre 13 de agosto de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

Livros com preços promocionais a partir de 4,99.

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Editorial - Balanço do mês de Dezembro - Para entender a história...

Para entender a história... ISSN 2179-4111. Ano 1, Volume dez., Série 31/12, 2010, p.01-03.


Neste mês de dezembro, em que as pessoas estão em clima de natal e ano novo, mesmo com as férias escolares e a completa paralisação nas atividades acadêmicas, recebemos 11.331 visitas, distribuídas entre mais 70 países, inclusive Irã e Iraque, entre outros.
Depois que o blog recebeu o numero de ISSN 2179-4111, ganhando status e reconhecimento como publicação cientifica em novembro; neste mês de dezembro se consolidou como Publicação Técnico-Científica on-line.

A partir de sua indexação junto ao Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia da República Federativa do Brasil; deixou de ser um blog, passou definitivamente a uma revista cientifica independente on-line.
Cabe notar que a publicação só não é indexada pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), enquadrando-se no parâmetro QUALIS, porque a instituição só cadastra revistas que representam centros de pós-graduação universitários com programas stricto-sensu (mestrado e doutorado).
Nos outros quesitos exigidos para indexação pela CAPES, a publicação atende todos os parâmetros, possuindo, inclusive, periodicidade mais regular que a maior parte das revistas acadêmicas classificadas pela QUALIS.

No entanto, a CAPES não é o único indexador brasileiro, ao receber o ISSN, o blog ganhou status e reconhecimento como publicação cientifica, podendo ter seus artigos inseridos no currículo lattes como publicação em periódico.
Novamente lembramos que o ISSN é um número internacional normalizado para Publicações Seriadas (International Standard Serial Number), é o identificador aceito internacionalmente para individualizar o título de uma publicação seriada, tornando-a única e definitiva.
Seu uso é definido pela norma técnica internacional da International Standards Organization ISO 3297.
O ISSN é operacionalizado por uma rede internacional, e no Brasil o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - IBICT atua como Centro Nacional dessa rede.
O IBICT somente concede ISSN para as publicações que apresentam artigos originais, atendendo o requisito de manutenção de periodicidade e expediente.
Cabe ressaltar que o IBICT não concede ISSN para publicações que apenas reproduzem textos de outros sites ou que apresentam resumos, além de negar o registro para blogs pessoais.

Já a CAPES é um indexador estritamente brasileiro que serve como referencial apenas para os estudantes de mestrado e doutorado, pois espelha somente a produção acadêmica dos centros de produção intelectual institucionalizados.

Ao criar o blog, a idéia era justamente ir na contramão do corporativismo acadêmico que deixa de publicar artigos de qualidade em nome do coleguismo e de inúmeros outros fatores nada justos.
O editor de “Para entender a história...” já publicou artigos em algumas destas revistas acadêmicas indexadas através da QUALIS e pode afirmar categoricamente que, no atual cenário, que se formou nos últimos anos, estas publicações passaram a servir fins mais políticos do que científicos.
Assim como aconteceu também com os concursos públicos para professor nas universidades publicas, com critérios subjetivos pontuando as etapas de classificação, tendo o currículo do candidato peso quase nulo, nem mesmo sendo analisado pela banca, visto os subterfúgios criados para não deixar aprovar o melhor, mas sim o mais amigo ou aquele bem relacionado politicamente com os membros do departamento.
Foi isto que fez nascer o blog: a intenção de criar um espaço realmente democrático e voltado à divulgação do conhecimento cientifico junto ao grande publico e aos especialistas, com a publicação de artigos de qualidade e mérito acadêmico incontestável.
Depois que o blog se transformou em publicação técnico-cientifica on-line indexada, esta intenção fez com fosse aberto espaço para todos os que quisessem divulgar seu trabalho de pesquisa, independente da titulação, desde que apresentassem textos inéditos e originais adequados ao perfil do periódico.

Ainda em novembro foi aberta a oportunidade de publicação de artigos aos leitores interessados em colaborar com “Para entender a história...”.

Em dezembro foi publicada a primeira colaboração, foi um texto brilhante da professora Cinthia Bourget Fortes Genestra, pós-graduanda em História Moderna na Universidade Federal Fluminense e professora da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro.

O interessante artigo “A instalação da Corte portuguesa e a intensificação do trabalho escravo na cidade do Rio de Janeiro”, de autoria da professora Cinthia foi publicado em 21 de dezembro.

Posteriormente, a professora Cinthia encaminhou mais um artigo, intitulado “A importância do papel do escravo de ganho para uma nova abordagem da escravidão”, publicado em 28 de dezembro.
Gostaríamos de expressar nosso agradecimento pela colaboração da professora e novamente estender o convite aos leitores do Brasil e de Portugal, assim como de outros países, para remetam artigos para submissão no periódico on-line “Para entender a história...”.

Os interessados devem enviar artigos dentro dos parâmetros fixados nas normas de publicação disponíveis no link “Colaborações”.
Para os iniciantes na carreira docente ou estudantes universitários, ressaltamos que é interessante publicar artigos em periódico científico indexado, tal como este, pois, ao incluir o texto no currículo lattes, este passa a contar pontos em concurso publico, em candidatura à vaga como professor universitário no setor público e privado, além do que pode ajudar a conseguir vaga em cursos de mestrado e doutorado.

Mudando o foco, outro dado interessante em dezembro foi o aumento no número de seguidores, agora são 43 pessoas seguindo a publicação.
Na verdade são poucos seguidores diante do fluxo diário de visitas, o que faz com que aproveitemos a oportunidade para convidar o leitor do blog para seguir a publicação.
Basta clicar o link seguir e aceitar as orientações decorrentes.
Os seguidores ficam informados sobre atualizações e ajudam a trazer maior prestigio a publicação com sua ilustre presença.

Neste mês de dezembro, as postagens mais populares, respectivamente com o numero de acessos, foram: A passagem da antiguidade para o feudalismo (802); Três arquivos portugueses (482); A organização social do alto império romano (385); Reflexões acerca do inicio da utilização da mão de obra africana pelos portugueses no período colonial (344); Filosofia da História (324); A ascensão da monarquia absolutista na Inglaterra (268); História indígena na América portuguesa (266); A revolução francesa foi causada pela fome (264); e Chica da Silva (230).

Agradecemos os leitores e desejamos uma boa leitura.

Prof. Dr. Fábio Pestana Ramos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esteja a vontade para debater idéias e sugerir novos temas.
Forte abraço.
Prof. Dr. Fábio Pestana Ramos.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.